Compre pelo Telefone: 0800.777.6601

Buscar

Digite o termo que deseja buscar:

Top 5


Início > Livros > PAIXÃO DE JOÃO ANTÔNIO
PAIXÃO DE JOÃO ANTÔNIO



clique na imagem para ampliar
Disponibilidade para envio: Imediata
De R$ 49,00
Por R$ 29,00


Pague em até 6x no cartão

1 x R$ 29,00Total - R$ 29,00
2 x R$ 14,50Total - R$ 29,00
3 x R$ 9,67Total - R$ 29,01
4 x R$ 7,25Total - R$ 29,00
5 x R$ 5,80Total - R$ 29,00
6 x R$ 4,83Total - R$ 28,98

 


Quer saber o valor do frete?
Entre com seu CEP    
   
Não era o que você procurava?
Envie-nos uma mensagem.

Características

A história de um escritor. Um mestre do conto.
 
 

PAIXÃO DE JOÃO ANTÔNIO

de Mylton Severiano.

Um nome de destaque na galeria de brasileiros que começaram como jornalistas, ou fizeram do jornalismo a segunda profissão, depois de se tornarem grandes escritores. Uma galeria que reúne, só para citar alguns nomes, Nelson Rodrigues, Graciliano Ramos, Machado de Assis, Carlos Heitor Cony, Monteiro Lobato, Rachel de Queiroz, Antônio Callado, Lima Barreto, Euclides da Cunha, Carlos Drummond de Andrade, Ignácio de Loyola Brandão, Wander Piroli e Luís Fernando Veríssimo. Estamos falando de João Antonio – aliás, João Antonio Ferreira Filho –, o contista de Malagueta, Perus e Bacanaço (1963), um livro que é o melhor retrato do submundo urbano de São Paulo. Em bares, restaurantes pobres, bilhares e esquinas, a marginalia revela seus tipos, manias, recursos. A história do escritor está agora impressa em Paixão de João Antonio, um relato do também jornalista e escritor Mylton Severiano, que acaba de chegar às livrarias com o selo de prestígio da Editora Casa Amarela, a mesma da revista Caros Amigos. Um pouco do que diz o autor de seu personagem: “A biografia daquele que os críticos põem entre nossos maiores escritores do século 20, um ‘clássico velhaco’ aos 26 anos”. A linguagem rápida, direta e expressiva de seus personagens, João Antonio aprendeu desde muito cedo, trabalhando atrás de um balcão. Depois percorreu São Paulo, comprando mercadoria para revender. Cursou a Escola Normal. Durante algum tempo, foi contínuo de escritório e almoxarife em várias empresas. Trabalhou numa fábrica e lecionou na Escola de Polícia. Finalmente, foi redator em jornais e agências de publicidade. Mas ainda muito moço ingressou no jornalismo. Foi copy-desk do Jornal da Tarde por três anos. Depois da publicação de Malagueta, Perus e Bacanaço, sua estréia, recebeu vários prêmios, e o livro foi traduzido em nada menos de dez línguas: alemão, espanhol, francês, holandês, inglês, italiano, polonês, romeno, russo e tcheco. Um pouco mais do trabalho do escritor: Casa de Loucos (1976), Calvário e Porres do Pingente Afonso Henriques de Lima Barreto (1977), Lambões de Caçarola (1977), Ô, Copacabana (1978), Noel Rosa (1988), Meninão do Caixote (1983), Dez Contos Escolhidos (1983) e Abraçado ao Meu Rancor (1986).

Gênero: Biografia
Páginas: 332

 

EDITORA CAROS AMIGOS

Sede administrativa e redação

 Rua Vieira de Carvalho n. 115, Conj. 31, Santa Ifigênia , São Paulo-SP. CEP: 01210-010

Estoque e distribuição:

Rua Garcia Aquilino, 10, casa 01, Moinho Velho, São Paulo, SP, CEP 02929-070

Atendimento: 0800 777 6601 

2017 - Lojacarosamigos.com.br - Todos os direitos reservado
Desenvolvido por 001SHOP