Compre pelo Telefone: 0800.777.6601

Buscar

Digite o termo que deseja buscar:

Top 5




Início > Livros > Os últimos soldados da Guerra Fria
Os últimos soldados da Guerra Fria



clique na imagem para ampliar
Autor: Fernando Morais
Disponibilidade para envio: Imediata
R$ 42,00


Pague em até 6x no cartão

1 x R$ 42,00Total - R$ 42,00
2 x R$ 21,00Total - R$ 42,00
3 x R$ 14,00Total - R$ 42,00
4 x R$ 10,50Total - R$ 42,00
5 x R$ 8,40Total - R$ 42,00
6 x R$ 7,00Total - R$ 42,00

 


Quer saber o valor do frete?
Entre com seu CEP    
   
Não era o que você procurava?
Envie-nos uma mensagem.

Características

Os últimos soldados da Guerra Fria


Sinopse

No início da década de 1990, Cuba criou a Rede Vespa, um grupo de doze homens e duas mulheres que se infiltrou nos Estados Unidos e cujo objetivo era espionar alguns dos 47 grupos anticastristas sediados na Flórida. O motivo dessa operação temerária era colher informações com o intuito de evitar ataques terroristas ao território cubano. De fato, algumas dessas organizações ditas “humanitárias” se dedicavam a atividades como jogar pragas nas lavouras cubanas, interferir nas transmissões da torre de controle do aeroporto de Havana e, quando Cuba se voltou para o turismo, depois do colapso da União Soviética, sequestrar aviões que transportavam turistas, executar atentados a bomba em seus melhores hotéis e até disparar rajadas de metralhadoras contra navios de passageiros em suas águas territoriais e contra turistas estrangeiros em suas praias.

Em cinco anos, foram 127 ataques terroristas, sem contar as invasões constantes do espaço aéreo cubano para lançar panfletos que, entre outras coisas, proclamavam: “A colheita de cana-de-açúcar está para começar. A safra deste ano deve ser destruída. [...] Povo cubano: exortamos cada um de vocês a destruir as moendas das usinas de açúcar”. Em trinta ocasiões, Havana formalizou protestos contra Washington pela invasão de seu espaço aéreo por aviões vindos dos Estados Unidos - sem nenhum efeito. Enquanto isso, em entrevistas, líderes anticastristas na Flórida diziam explicitamente: “A opinião pública internacional precisa saber que é mais seguro fazer turismo na Bósnia-Herzegovina do que em Cuba”.
Os últimos soldados da Guerra Fria narra a incrível aventura dos espiões cubanos em território americano e revela os tentáculos de uma rede terrorista com sede na Flórida e ramificações na América Central, e que conta com o apoio tácito nos Estados Unidos de membros do Poder Legislativo e com certa complacência do Executivo e do Judiciário. Ao escrever uma história cheia de peripécias dignas dos melhores romances de espionagem, Fernando Morais mostra mais uma vez como se faz jornalismo de primeira qualidade, com rigor investigativo, imparcialidade narrativa e sofisticados recursos literários.

Idioma: português
Encadernação: Brochura
Dimensão: 23 x 15,7 cm
Peso: 0,638 kg
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2011
Número de páginas: 408


 

EDITORA CAROS AMIGOS

Sede administrativa e redação

 Rua Vieira de Carvalho n. 115, Conj. 31, Santa Ifigênia , São Paulo-SP. CEP: 01210-010

Estoque e distribuição:

Rua Garcia Aquilino, 10, casa 01, Moinho Velho, São Paulo, SP, CEP 02929-070

Atendimento: 0800 777 6601 

2017 - Lojacarosamigos.com.br - Todos os direitos reservado
Desenvolvido por 001SHOP