Compre pelo Telefone: 0800.777.6601

Buscar

Digite o termo que deseja buscar:

Top 5




Início > Livros > Jacobinos Negros, Os
Jacobinos Negros, Os



clique na imagem para ampliar
Autor(a): C. L. R. James
Disponibilidade para envio: Indisponível

Produto fora de estoque!


Quer saber o valor do frete?
Entre com seu CEP    
   
Não era o que você procurava?
Envie-nos uma mensagem.

Características

Título: Os jacobinos negros
Título Original: The black jacobins
Subtítulo: Toussaint L'Ouverture e a revolução de São Domingos
Autor(a): C. L. R. James
Tradutor(a): Afonso Teixeira Filho
Páginas: 400
Ano de publicação: 2000
ISBN: 978-85-85934-48-4

Editora: Boitempo


"Uma estonteante narrativa de uma revolução que influenciou extraordinariamente a história dos EUA anterior à Guerra Civil."
Time

As tropas brasileiras ocupam as favelas de Porto Príncipe, capital do Haiti, na maior ação militar do país no exterior em décadas. Mas que país é o Haiti, hoje o mais pobre da região, mas que foi a primeira nação da América Latina a se tornar independente? Qual é a sua história?

Em 1938, no auge do nazismo e da predominância das teorias de supremacia da raça branca em todo o mundo, o escritor C. L. R. James demolia preconceitos ao mostrar a função histórica da escravidão e a função social da opressão do negro.

Os jacobinos negros é um verdadeiro tratado sobre essa questão e projeta luz sobre o pano de fundo histórico do drama atual do Haiti. O autor faz um relato minucioso da insurreição de escravos que expulsou os colonizadores franceses de São Domingos, antigo nome do país. Na colônia, principal parceiro comercial da França, integrada a economia mundial da época, a população negra que gerava a riqueza era dez vezes maior do que a dos brancos. Ali, os ideais da revolução na metrópole, que pregava "liberdade, igualdade e fraternidade" ecoaram nas lideranças dos escravos rebelados, os jacobinos negros. Com o ideal de construir um país independente que se aliaria a França revolucionária em pé de igualdade, um "posto avançado" dos ideais revolucionários no continente americano.

A independência foi conquistada não com o apoio, mas em combates contra as tropas francesas, inglesas e espanholas. Mas isolados da economia internacional, por terem se rebelado contra a escravidão em uma época onde os Estados Unidos, Cuba e Brasil eram sociedades escravocratas, a rebelde ilha caribenha foi "condenada" ao atraso por sua ousadia. O destino de seu líder, Toussaint L`Ouverture, foi trágico.

Um livro essencial sobre a revolta dos explorados contra os exploradores, dos negros contra a escravidão, da América Latina contra o colonialismo, formas de opressão contra as quais se levantou a revolução haitiana. Para Jacob Gorender, autor da orelha do livro, "James se apoiou solidamente em fontes historiográficas abundantes e seguras e soube elaborar um texto fluente e cativante. O que torna este Os jacobinos negros um livro precioso não só para estudiosos especializados, mas também para todos os que desejam conhecer a História a fim de entender melhor o mundo em que vivem."

Os jacobinos negros traz ainda um apêndice onde o autor relaciona as semelhanças e diferenças entre a ressurreição hatiana e a Revolução Cubana, intitulado "De Toussaint L`Ouverture a Fidel Castro"; uma cronologia da história do Haiti e um índice onomátisco e remissivo dos personagens históricos citados no livro.


Sobre o autor
Cyril Lionel Robert James (1901-1989) nasceu em Trinidad e Tobago, na época uma colônia britânica. Jogou e foi jornalista especializado em críquete, professor, autor de ficção e teórico marxista. Foi militante em vários grupos socialistas, dos movimentos anti-colonialista e do nacionalismo africano contra o imperialismo europeu no Caribe e na África, participando ativamente da revolução no Gana. Mudou-se para os Estados Unidos em 1938, onde participou da luta por igualdade racial. É professor na Universidade de Columbia (EUA) e autor de vários livros de teoria marxista, e também de política no Caribe e na África. Após o fracasso do nacionalismo africano, deixou a política e morreu em 1989, em sua terra natal.

 

EDITORA CAROS AMIGOS

Sede administrativa e redação

 Rua Vieira de Carvalho n. 115, Conj. 31, Santa Ifigênia , São Paulo-SP. CEP: 01210-010

Estoque e distribuição:

Rua Garcia Aquilino, 10, casa 01, Moinho Velho, São Paulo, SP, CEP 02929-070

Atendimento: 0800 777 6601 

2017 - Lojacarosamigos.com.br - Todos os direitos reservado
Desenvolvido por 001SHOP